Quinta-feira, 24 de Julho de 2008

Na Califórnia, o álcool mata uma pessoa por hora. Por cá, não morremos. Ficamos borrachões.



publicado por b barbosa às 11:24 | link | comentar

6 :
De Tenrinho a 24 de Julho de 2008 às 16:25
Bem me parecia que eles não sabiam beber...

É falta de hábito.


De b barbosa a 24 de Julho de 2008 às 17:25
Ou excesso de tal.


De guiga a 24 de Julho de 2008 às 16:36
Somos fortes! Não há mal que nos pegue! lol
*.*


De b barbosa a 24 de Julho de 2008 às 17:24
Excepto o da bebedeira.

Pelo menos lá são corajosos: em vez de beberem vinho bebem coisas como vodka que são autênticos recepientes quase ao nível do alcoól etílico.

Uma loucura!


De RB a 24 de Julho de 2008 às 18:02
Na minha opinião os Americanos não estão habituados a beber vinhaça verde ou madura. Só sabem beber bebidas feitas por mexicanos em trabalho de escravidão. Como eles são explorados, colocam pequenos doses de veneno que os matam. Depois não se esqueçam de 11 de Setembro, de certeza que os gajos de turbante, disfarçados de kamikaze, devem colocar aquele veneno (o tal das cartas de correio) nas tubagens de enchimento das bebidas.


De b barbosa a 24 de Julho de 2008 às 18:26
Estranhamente anda a matar exclusivamente a boa gente da Califórnia.


Comentar post